Resenha: Spider Bones - Kathy Reichs

Editora: Fundamento
Ano: 2014
Páginas: 336

Quando a antropóloga forense Temperance Brennan é chamada para investigar a cena de um afogamento em Quebec, uma descoberta chocante à espera: a vítima, identificada como John Charles Lowery, era um soldado americano declarado como morto em 1968, no Vietnã. E as impressões digitais confirmam sua identidade. Então, quem estaria sepultado no túmulo desse veterano na Carolina do Norte? E como é que um ex-soldado americano, que supostamente morreu há mais de 40 anos, foi parar no Canadá?

Tempe decide investigar o túmulo de Lowery e levar os restos mortais para uma análise minuciosa na sede da JPAC, o Comando Conjunto de Responsabilidade pelos Desaparecidos em Ação e Prisioneiros de Guerra um verdadeiro complexo militar no Havaí. Com a ajuda de Andrew Ryan, seu colega e ex-amante, a intrincada investigação de Tempe a conduz a mais um conjunto de restos mortais. Agora ela tem em mãos um verdadeiro quebra-cabeças: três corpos, todos identificados como sendo de Lowery.

Investigações paralelas surgem quando a médica-legista de Honolulu pede a Tempe que a ajude a identificar dois corpos que apareceram na praia. Seriam simplesmente vítimas de ataques de tubarões?

Temperance vai ter que usar todo o seu conhecimento científico para desvendar esse emaranhado de corpos. Mas, definitivamente, desenterrar o passado pode ser muito mais perigoso do que se/ela imagina...



Classificação:     


"Os restos eram os de um homem que havia morrido entre as idades de 18 a 25 anos. A etnia continua indefinível.
- Nada para excluir Spider Lowery - disse Danny.
- E nada para identificá-lo positivamente." Página 90



Bones é uma das minhas séries favoritas e já tinha conhecimento que era a adaptação de uma série de livros da Kathy Reichs, mas imaginem a minha felicidade ao xeretar o catálogo da Editoria Fundamento e ver que haviam publicado esse livro, na hora já deixei anotado para fazer a solicitação e assim que recebi o livro iniciei a leitura, tamanha curiosidade.

Temperance Brennan é a melhor antropóloga forense dos Estados Unidos, ou seja, ela descobre o que aconteceu com a pessoa morta apenas de fazer a análise de seus ossos. Em Spider Bones, Temperance é acionada assim que um corpo é encontrado em um lago em Quebec, ao fazer as análises iniciais há um impasse - a identidade do homem morto, bate com a de um rapaz morto no Vietnã 40 anos antes. Agora, Temperance solicita a exumação do corpo de John Lowery, mesmo contra a vontade de seu pai e uma nova análise é feita para descobrir o que aconteceu e se a identidade de Spider fora trocada na hora do reconhecimento de seu corpo pelo JPAC, uma organização que busca reconhecer e dar um enterro digno aos soldados mortos em batalha pelos EUA. 

Ao chegar ao Havaí buscando resolver esta confusão, a protagonista é procurada por a médica legista da região, pois ela está com pedaços de um corpo e precisa do parecer de Temperance para emitir um laudo sobre a causa da morte do homem encontrado, porém a antropóloga agora percebe que os crimes podem estar conectados e a sua vida, assim como a de sua filha Katy, pode estar em perigo. Spider Bones é uma obra que confunde o leitor em todos os capítulos, já que uma nova informação sempre chega para jogar por terra os avanços feitos para a resolução desta história, mas a cada nova descoberta o leitor fica cada vez mais afoito para descobrir o que aconteceu com John Lowery e qual a sua conexão com as mortes no Havaí. 



"Uma e outra vez me perguntei que diabos acabou de acontecer. Como podia uma sequência de acontecimentos que começou com uma morte por asfixia autoerótica em Montreal acabar quase me fazendo ser morta em uma rodovia no Havaí?" Página 218



Com uma trama complexa, Spider Bones é um livro que leva os leitores a descobrirem junto de Temperance Brennan a verdade sobre o que aconteceu com os corpos a que ela é incumbida de periciar. Confesso que no início da leitura demorei um pouco para me ambientar com os personagens desse livro, já que a história difere da série de televisão, porém com o passar dos capítulos a autora fez com que eu me visse presa na leitura e não queria deixar o livro de lado por nada nesse mundo. As descobertas de Temperance demoram um pouco, já que não depende apenas dela a análise, porém ela é fundamental para a resolução desta confusão de corpos e digitais a que os peritos são expostos. 

Como amo de paixão a área de perícia criminal - e sonho em trabalhar com isso - sou suspeita em falar sobre livros que tratam desta temática, mas Spider Bones me conquistou desde as primeiras páginas e ao conhecer um pouco da protagonista, já que sou grande fã da série de TV, fez com que apreciasse ainda mais a leitura e espero do fundo do meu coração que as editoras brasileiras continuem publicando os livros da Kathy Reichs.

Com relação a edição, não tenho ressalvas, o que me atraiu bastante foi a capa - que é bem trabalhada e conta com elementos a serem abordados na leitura. A leitura é fluida - levei um pouco de tempo para acostumar com a sopa de letrinhas referente às siglas das organizações com que a protagonista está envolvida, porém nada que atrapalhe muito o bom andamento da leitura. A diagramação está boa, a cada divisão de capítulo há um crânio bem estiloso 
retomando a capa, os capítulos são bem divididos e a revisão está ótima. Sem dúvidas é uma leitura indicada para os fãs de séries de CSI e para aqueles que querem mergulhar em uma narração que busca desvendar crimes um tanto bizarros e bastante confusos, mas que contam com a melhor antropóloga forense disponível para isso. 


"Vamos, seu filho da mãe! Olhe para mim!
Finalmente, ele o fez.
E eu soube quem ele era.
E o que aconteceu." Página 301



7 comentários:

  1. Eu nunca vi bones, então você comentar da série acho que não vai me atrapalhar na leitura, pq agora eu quero esse livro na minha estante 😎😎
    Fiquei curiosa com todo esse esquema de perícia criminal e tal.
    E como chegam assim na solução do caso 😊😊

    Parabéns pela resenha.

    Bj e até

    ResponderExcluir
  2. Raffa!
    Costumava assistir a série, mas nem sabia que tinha livro.
    Gostei de ver que é investigativo e de certa forma diferente da personagem da série.
    Fiquei bem curiosa porque gosto do estilo.
    Desejo um ótimo final de semana!
    “ Lança o saber e não terás tristeza.” (Lao-Tsé)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA novembro 3 livros, 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  3. Olá! Nossa, não sabia que Bones era uma adaptação, rs. Não curto muito seriados investigativos, então não sou muito por dentro desse universo. Acho que o livro deve ser interessante por ser uma história apenas, diferente desse tipo de série que traz um novo caso a cada episódio e ao meu ver acaba ficando repetitivo.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Nunca assistir Bones e na verdade eu nunca tive interesse em assistir mas a história desse livro É bem interessante Será que eu poderia ler ele sem assistir a série?

    ResponderExcluir
  5. Oi Rafa.
    Fui pega de surpresa quando você comentou sobre adaptação Já que eu não sabia que tinha achei a premissa do livro bem interessante e também achei uma pena fato de que demorou um pouco para você entrar totalmente na leitura mas em todo caso fico feliz em saber que você desfrutou bastante do livro e eu estou muito curiosa para ler.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  6. Amo Bones, amo investigações. Não conhecia esse livro e achei incrível, deu lugar a curiosidade para saber o final logo. Mesmo sabendo que muitos métodos usados nas investigações não existem na realidade, faz eu gosta mais ainda desse estilo.

    ResponderExcluir
  7. Ola!
    Gostei muito desse livro ou séries até fiquei confusa.kkkk
    A trama é bem envolvente, gosto de livro que tenha esse tom de investigação, já me conquistou e já quero ler ou assistir!

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir

Quer deixar uma dica ou sugestão? Comente e me deixe feliz.

Para que eu possa visitar seu blog deixe um comentário com o nome do blog e eu entrarei em seu perfil. Ou use a opção Nome/URL. Por favor não coloquem links nos comentários porque o blogger considera como spam.

Agradeço a visita!