Resenha: A menina que não acredita em milagres - Wendy Wunder

Editora: Novo Conceito
Ano: 2017
Páginas: 288

Campbell tem 17 anos.
Ela não acredita em Deus.
Muito menos em milagres
Cam sabe que tem pouco tempo de vida, por isso quer viver intensamente e fazer tudo o que nunca fez, no tempo que lhe resta. Mas a mãe de Cam não aceita o fato de perder a filha, assim, ela a convence a fazer uma viagem com ela e a irmã para Promise um lugar conhecido por seus acontecimentos miraculosos.
Em Promise, Cam se depara com eventos inacreditáveis, e, também, com o primeiro amor. Lá encontra, finalmente, o que estava procurando mesmo sem saber.
Será que ela mudará de ideia em relação à probabilidade de milagres? 
A Menina que não Acredita em Milagres vai fazer você rir, chorar e repensar sua conduta de vida.



Classificação:       




"Quando Cam abraçou a mãe e caminhou de volta para o quarto, percebeu que passaria o resto da sua curta vida fazendo as pessoas se sentirem melhor diante da perspectiva de perdê-la." Página 38



Campbell Maria Cooper é uma garota de 17 anos, com um humor negro e a incrível predisposição a não acreditar em milagres. Motivada pela Lista do Flamingo, que contém tudo o que gostaria de fazer antes de morrer, Cam busca completar essa difícil tarefa que iniciou em um acampamento, junto de sua melhor amiga Lily. 

Sua família, por outro lado, está disposta a arriscar tudo para que Cam possa ter um milagre, então Alicia e Perry deixam tudo de lado e partem para Promise, uma cidade pequena no Maine, cuja fama era de que aconteciam coisas milagrosas e inacreditáveis.  Alicia é uma mãe bastante apegada às filhas, que abdicou de seu emprego na Disney para tentar - pela última vez, fazer com que Cam se cure. Já Perry, 11 anos, a irmã caçula de Cam sempre viveu à sombra da adolescente, já que desde muito pequena ela confrontou a doença da irmã e sempre se viu em segundo plano.

Ao chegarem em Promise, Alicia começa a notar uma melhora na filha que, apesar de estar mal-humorada na maior parte do tempo, começa a viver como uma adolescente normal e se enturmar. Nesta cidade, Campbell conhece Asher - um rapaz que fará parte da sua vida, para sempre, como é o seu desejo. Aos poucos as três começam a se acostumar com a vida no Maine, Cam arranja um emprego e as coisas começam realmente a melhorar, mas será que essa jovem irá viver para poder acompanhar um milagre? 

A menina que não acredita em milagres é um dos lançamentos que recebi na primeira caixa da parceria deste ano com a Novo Conceito e me encantei logo de cara pela capa toda rosa - sou apaixonada por rosa, me julguem. Porém, esse foi o segundo livro que li da remessa e o segundo livro com doença envolvida, muito drama para o meu coração aguentar nessas semanas. Sempre haverá você abalou o meu psicológico e A menina que não acredita em milagres concluiu essa saga de arrasar os sentimentos da pobre leitora. Apesar de Campbell ser bastante conformada com seu destino iminente, o final do livro foi bem emocionante, me deixando com lágrimas nos olhos. Costumo não me emocionar tanto com sick-lit, porém esses livros me conquistaram, acredito que pela forma com que foram narrados, os personagens extremamente cativantes.

Este é um livro que mescla drama, romance e muitos comentários sarcásticos vindos da protagonista, Perry é uma graça a parte, a garotinha é genial, outra personagem secundária que me arrancou gargalhadas é Nana, a avó das garotas. A editora também caprichou na edição, tornando a leitura ainda mais prazerosa por conta da diagramação sem muitos detalhes e revisão perfeita. Um livro recomendado para quem curte o gênero sick- lit, mas para mim foi uma surpresa já que a história é simples e cativante. 



"- As pessoas continuam falando nesse desdobrar. Eu não posso confiar no desdobramento, está bem? Se existe um poder superior fazendo origami do universo, ele me odeia. Eu era uma criança gorda, meus pais se divorciaram, meu pai morreu e, depois, tive câncer. Então, não. Não confio em como as coisas vão se desdobrar." Página 183


15 comentários:

  1. Rafa!
    Gosto dos livros dramáticos e de alguns sick lits, porque realmente emocionam.
    Bom ver que a protagonista apesar de saber sobre seu destino, tem comentário sarcásticos e leva a vida como acha melhor.
    Semaninha cheia de felicidade!!!
    “Não ganhe o mundo e perca sua alma; sabedoria é melhor que prata e ouro.” (Bob Marley)
    cheirinhos
    Rudy

    TOP Comentarista de MARÇO, livros + KIT DE PAPELARIA e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  2. Não esperava que esse livro fosse emocionante, adoro essa mescla de drama emocionante, além de que a premissa desse livro e linda, por aborda uma história de uma menina que tinha parado de acreditar em Deus e em milagres, e após uma revira volta, acaba vendo uma outra visão da situação. Enfim imagino que essa seja uma leitura bastante cativante, por isso já quero adquirir essa obra.

    ResponderExcluir
  3. Oi.
    Que história interessante.
    Fiquei curiosa para saber o desfecho da história e o que ela vai encontrar lá, parece ser bem interessante.
    E mesmo nos livros mãe e sempre mãe né, a última a desistir.
    Amei.
    bjs.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Rafaella!
    Eu não curto o gênero sick- lit pois sou uma manteiga derretida e livros sobre esse gênero sempre me deixam com uma baita de uma ressaca literária, por isso prefiro livros com enredo mais leves, então dificilmente eu leria A menina que não acredita em milagres.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  5. Humm, está parecendo bem interessante então.
    Não tinha visto nada dele ainda e gostei. Esse tipo de livro é bom, gosto de ler umas coisas assim. Mesmo que os temas sejam tristes, umas coisas pesadas...mas é interessante entrar na mente dos personagens e ver o que eles estão sentindo, conhecer de perto a realidade deles. E o livro parece fazer isso muito bem. Com momentos engraçados, aquele personagem sarcástico que a gente tanto precisa em livros assim pra quebrar um pouco o clima ruim...
    Parece uma história que entristece mas emociona de um jeito bom ao mesmo tempo. É uma boa dica de leitura, gostei.

    ResponderExcluir
  6. Muito bom, é um tema que existe muito no nosso dia a dia, pessoas que não acreditam em milagres e nem que as coisas possam melhorar. Esse livro veio para mudar essa idéia e mostrar que tudo pode mudar de um momento para o outro, como é o caso de Cam, que acaba conhecendo um grande amor... excelente!

    ResponderExcluir
  7. Oi Rafaella,
    Deve ser muito difícil para um pai ver que seu filho pode morrer e não ter em mãos a cura para evitar isso. Dá para entender a convicção da mãe da protagonista que vê no milagre, ao qual a cidade de Promise é famosa, sua última esperança. Cam parece um pouco egoísta em não tentar algo que possa curar sua doença, mas por outro lado ela é uma adolescente e está agindo como tal. Fiquei pensando se por trás desse seu comportamento não tenha mais coisas que ela não queira deixar transparecer.

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Já tinha visto esse livro antes, mas não tinha parado para ver sobre o que era a historia, gostei muito desse enrendo e principalmente como a mãe da personagem vai atras desse milagre, parece ser mesmo um livro emocionante e que acaba nos conquistando, me deixando curiosa para poder ler !!

    ResponderExcluir
  9. Também me apaixonei pela capa, linda demais! Normalmente também evito dramas por me envolver demais emocionalmente (13 reasons why que o diga), mas fiquei curiosa com este livro, uma menina que não acredita em milagres, mas cuja família aposta em um para salvá-la parece promissor. Espero que tenha havido um milagre no fim (pronto, já estou curiosa rs)

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bem?
    Esse não é um estilo de leitura dos meus preferidos, mas por tudo que você comentou na sua ótima resenha, fiquei curiosa para saber mais dessa história. Espero ter a oportunidade de ler em breve!
    Obrigada pela dica.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Achei super legal a escolha de criar uma personagem que aceitou sua condição. A maioria das que vemos nos livros sempre estão em busca de alguma coisa né, e acho que esse é o diferencial dessa obra.

    ResponderExcluir
  12. Amei a capa desse livro, e a resenha me conquistou, super me indicifiquei com a Cam e prevejo me emocionar muito.

    ResponderExcluir
  13. Estou doida pra ler esse livro, curto muito drama e sick- lit, a história parece ser bem emocionante envolvente, essa resenha me deixou ainda mais curiosa em conferi essa história.

    ResponderExcluir
  14. O nome do livro me chamou bastante a atenção!! Que livro emocionante e com personagens cativantes!! Achei muito lindo e fofo o apoio da mãe de Cam em fazer de tudo para que aconteça um milagre na vida da filha!! Em parte é compreensível esse mau humor da parte de Cam, mas eu torço para que ela possa enxergar a vida sob uma nova perspectiva em Promise!!

    ResponderExcluir
  15. Essa Resenha me Cativou, não conhecia o livro mas já fiquei com muita vontade de ler esse livro, Adora livros com drama, me parece ser cheio de emoções, Já esta na minha inemsa lista de livros que quero ler!!!.

    ResponderExcluir

Quer deixar uma dica ou sugestão? Comente e me deixe feliz.

Para que eu possa visitar seu blog deixe um comentário com o nome do blog e eu entrarei em seu perfil. Ou use a opção Nome/URL. Por favor não coloquem links nos comentários porque o blogger considera como spam.

Agradeço a visita!